TESTEMUNHOS

DE ANIMADORES

O Fado do Gambozino

Há uns dias atrás discutíamos entre amigos gambozinos, em preparação para o Raio, o que é que nos fazia verdadeiramente aderir a esta causa, e ‘vestir a camisola’ GBZ.

Um Gambozino em Quarentesma

Um verdadeiro Gambozino é Gambozino todos os dias do ano, 24 horas por dia. É Gambozino na escola, em casa, no trabalho, na faculdade, com os amigos, com os pais, com os irmãos, com os vizinhos e até com aquele estranho na rua.

Felizes os que trabalham todos os dias para serem misericordiosos

Já vão 13 anos de Gambozinos a alegrar os meus dias, uns como animada outros como animadora.

Ser gambozino no (meu) Mundo

Depois de muitos e bons anos como membro presente desta nobre associação, percebi que a melhor maneira de desenvolver os meus talentos e de os pôr a render, talvez estivesse noutra cidade e noutro país. Assim me lancei à aventura!

Caçar gambozinos

”Então tu ainda andas à caça de gambozinos?”. E não é isto que nós somos? Gambozinos à caça de mais Gambozinos?"

Gambozinos camuflados

Quem disse que os gambozinos não existem, além de não conhecer a nossa bonita associação, não sabe que ser Gambozino é um modo de vida.

Quem é o meu próximo neste Advento?

O meu próximo é todo aquele por quem me encho de compaixão ou por quem me devia encher de compaixão, embora muitas vezes falhe. O nosso próximo é também aquele que se enche de compaixão por mim e me cuida!

A relação que criamos

"Imagina um mundo sem relações: sem teres alguém a quem dizer “bom dia!”, sem ninguém a quem agradecer o que te é dado, sem ninguém a quem ligar num dia mais difícil… Não consegues, pois não? "

“Desculpem, sou um sortudo.”

"Sou um sortudo por tudo o que recebi e recebo todos os dias por ser Gambozino. Foi tão simples como: “se precisares de mim nos Gambozinos, diz”. É simples, é estar disponível! "

De Gambozino e de louco, todos temos um pouco

Dizemos a toda a hora que somos loucos da cabeça, eu acho que somos mesmo.

DE GAMBOZINOS E FAMÍLIAS

Olhar de mãe

Durante toda a minha infância fui à caça aos gambozinos nas férias grandes de Verão. Programa de primos! Era sempre uma excitação noturna. De repente, depois de ter filhos, apareceram os gambozinos na nossa vida. E vieram para ficar.

A missão do GEMA

GEMA- Gambozinos Encontram a Missão de Animar. Mas afinal qual é a nossa missão?

Ser Gambozino

Ser Gambozino é mesmo bom! E não te digo isto da boca para fora, como quem tem grandes convicções e não reflete sobre elas por uma só vez. Digo-to com toda a certeza! É mesmo bom!

O que sonha um Gambozino?

O que sonha um Gambozino? Em primeiro lugar, confesso que nunca tinha parado para pensar nisto… Nós, gambozinos, com o que é que sonhamos? Quais são os nossos maiores desejos enquanto participantes e membros desta tão grande família?...

Porque faço campos de Gambozinos?

Comecei a fazer campos de Gambozinos em pequena e era bastante tímida. Ao início não estava muito confiante, mas um animador conseguiu convencer-me e até hoje não me arrependo da decisão de fazer o campo que mudou a minha vida.

O que um campo de Gambozinos transformou no meu dia à dia

Olá! Eu sou o Manon Rei, tenho 16 anos e sou um Gambozino. 

O que procuro nos Gambozinos?

Ir e estar nos Gambozinos significa sair de uma rotina e de uma realidade, para se entrar numa outra muito maior, onde todos procuram servir, ser alegres e estar atentos ao outro.

Como queres viver este Natal?

Fizemos esta pergunta a vários gambozinos de diferentes idades e diferentes pontos do país e foram estas as respostas!

Margarida e Rafael Lucas Pires

Um campo de “Gambozinos”! Corria o ano de 1997 (ou seria 98). Fomos desafiados para fazer um campo de férias de “Gambozinos”? Repita lá isso!

Célio Dias – Gambozino e atleta olímpico

O Célio Dias, um gambozino judoca do Pragal agora com 23 anos, marcou presença nos Jogos Olímpicos de 2016 no Rio de Janeiro. Alegramo-nos muito com as suas conquistas e quisemos saber mais sobre elas.

SOBRE ATIVIDADES

Uma família que Deus constrói

Ir ao RAIO? Mas o que é isso afinal?

A minha primeira vez na Assembleia da GBZ

Curioso é a palavra mais certa para descrever como me sentia no sábado de manhã. Sabia que a Assembleia era onde se discutiam as "coisas importantes" dos Gambozinos. Mas que coisas são essas?

Sobre a Assembleia e a Rave 2016

O Santo Inácio tinha a mania de avaliar tudo o que fazia. Dizia que só assim podíamos ser cada vez melhores naquilo que nascemos para fazer – servir a Deus. Sendo esta a missão dos Gambozinos, quem somos nós para não o fazer?

Sobre o Serão Magnum: o bairro do amor não é feito a lápis de cor

Mais um serão que a pasta de Formação preparou para animadores no ativo. Começou com um jantar partilhado e, desta vez, contámos com a Inês Roxo, o Marino Arruda e o Pe. Paulo Teia, sj para nos virem falar sobre “Os Gambozinos e a vida no bairro”.