TESTEMUNHOS

DE ANIMADORES

Dizem que somos loucos de la cabeça!

Depois de um Verão como este, nunca me fez tanto sentido esta letra. Temos mesmo de ser “loucos” para, no meio de tudo o que se está a passar, arriscarmos, e fazermos campos de férias.

Ser direcção de um campo de Gambozinos é aprender a amar, a estar e a confiar

E por isso, para mim, estar na direcção de um campo de Gambozinos é, acima de tudo, um convite e um desafio de Jesus para amar. Amar cada um dos corações que vive estes dez dias comigo.

Viver a Agradecer nas Andorinhas

Perceber o impacto que são os Gambozinos na vida de tantos ao longo de já várias gerações é belo! Quando cheguei a casa, domingo à noite, reconheci um sentimento de pertença a algo muito maior do que eu, maior do que qualquer associação.

Há uma luz que nunca se apaga

Confiar. Deixando que, por um segundo, não sejamos nós a decidir o que vai acontecer, mas deixar acontecer o que foi decidido.

Primeira atividade presencial do GARRA

A sala do zoom foi substituída pelo CREU, o link pelo respetivo portão e o gambozino que tínhamos conhecido no retângulo estático do ecrã ganhava agora forma e movimento. Nunca estivemos tão conectados!

GAS em Monsanto

Aproveitámos estar no meio da natureza para pensar sobre o tempo e o que ele nos traz – coisas às quais gostamos mais de dar tempo, outras a que custa mais dedicar tempo, umas que trazem alegria e paz, e outras que são mais difíceis.

Músicas de Santas e Santos: pequenos teatros sonoros

Ainda sem palavras, queria que as próprias músicas, pelo seu estilo e ambiente, ajudassem a “ouvir” o mundo (interior e exterior) onde cada um dos santos viveu. De algum modo, queria que fossem pequenos teatros sonoros.

Saiu o novo CD, É Tudo Isto Ser Gambozino!

Agora que podemos ouvir e tocar no produto final, é incrível como este CD representa tantas coisas diferentes para tantas pessoas. No final o que esperemos que transmita a todos os que o ouçam é a alegria de ser Gambozino.

Fala-nos do Gancho

Os objetivos foram cumpridos e de atividade para atividade, notou-se um crescendo de alegria, uma dedicação e entusiasmo inimagináveis de ambas as partes.

COM QUANTOS PODS SE FAZ UM CAST? UM SÓ! UM PODZINOS!

Foi bela, apesar do desconforto, essa entrega cega e pausada dos nossos convidados perante esta nova missão de rasgar as distâncias e chegar às casas de todos, com o melhor que conseguirmos

DE GAMBOZINOS E FAMÍLIAS

Vai e Ama!

Este campo, desta vez de serviço, não foi diferente nesse aspeto. Aliás, ficou marcado, desde o primeiro dia, pela entrega conjunta tanto dos animados como dos animadores!

Meio ano de GEMA

A transbordar de simplicidade, de curiosidade porque nunca sabemos o que aí vem, de vontade de viver a fé juntos, decifrar um bocadinho daquilo que é ser animador e de partilhar tudo e mais alguma coisa.

Olhar de mãe

Durante toda a minha infância fui à caça aos gambozinos nas férias grandes de Verão. Programa de primos! Era sempre uma excitação noturna. De repente, depois de ter filhos, apareceram os gambozinos na nossa vida. E vieram para ficar.

A missão do GEMA

GEMA- Gambozinos Encontram a Missão de Animar. Mas afinal qual é a nossa missão?

Ser Gambozino

Ser Gambozino é mesmo bom! E não te digo isto da boca para fora, como quem tem grandes convicções e não reflete sobre elas por uma só vez. Digo-to com toda a certeza! É mesmo bom!

O que sonha um Gambozino?

O que sonha um Gambozino? Em primeiro lugar, confesso que nunca tinha parado para pensar nisto… Nós, gambozinos, com o que é que sonhamos? Quais são os nossos maiores desejos enquanto participantes e membros desta tão grande família?...

Porque faço campos de Gambozinos?

Comecei a fazer campos de Gambozinos em pequena e era bastante tímida. Ao início não estava muito confiante, mas um animador conseguiu convencer-me e até hoje não me arrependo da decisão de fazer o campo que mudou a minha vida.

O que um campo de Gambozinos transformou no meu dia à dia

Olá! Eu sou o Manon Rei, tenho 16 anos e sou um Gambozino. 

O que procuro nos Gambozinos?

Ir e estar nos Gambozinos significa sair de uma rotina e de uma realidade, para se entrar numa outra muito maior, onde todos procuram servir, ser alegres e estar atentos ao outro.

Como queres viver este Natal?

Fizemos esta pergunta a vários gambozinos de diferentes idades e diferentes pontos do país e foram estas as respostas!

SOBRE ATIVIDADES

Primeira atividade presencial do GARRA

A sala do zoom foi substituída pelo CREU, o link pelo respetivo portão e o gambozino que tínhamos conhecido no retângulo estático do ecrã ganhava agora forma e movimento. Nunca estivemos tão conectados!

GAS em Monsanto

Aproveitámos estar no meio da natureza para pensar sobre o tempo e o que ele nos traz – coisas às quais gostamos mais de dar tempo, outras a que custa mais dedicar tempo, umas que trazem alegria e paz, e outras que são mais difíceis.

Uma família que Deus constrói

Ir ao RAIO? Mas o que é isso afinal?

A minha primeira vez na Assembleia da GBZ

Curioso é a palavra mais certa para descrever como me sentia no sábado de manhã. Sabia que a Assembleia era onde se discutiam as "coisas importantes" dos Gambozinos. Mas que coisas são essas?

Sobre a Assembleia e a Rave 2016

O Santo Inácio tinha a mania de avaliar tudo o que fazia. Dizia que só assim podíamos ser cada vez melhores naquilo que nascemos para fazer – servir a Deus. Sendo esta a missão dos Gambozinos, quem somos nós para não o fazer?

Sobre o Serão Magnum: o bairro do amor não é feito a lápis de cor

Mais um serão que a pasta de Formação preparou para animadores no ativo. Começou com um jantar partilhado e, desta vez, contámos com a Inês Roxo, o Marino Arruda e o Pe. Paulo Teia, sj para nos virem falar sobre “Os Gambozinos e a vida no bairro”.