Últimas

A Igreja dos pobres que (ainda não) sou

Vale a pena ser Igreja para ser pobre pois só o pobre pode partilhar. A sensibilidade à pobreza e solidariedade são mandatos humanistas e universais. As metodologias são diferentes e o nosso distintivo é o primado de aceitar a vida como dom

A verdadeira oportunidade de recomeço

É difícil ainda compreender a extensão da crise, mas a pobreza e a exclusão já são e vão continuar a ser realidades mais evidentes na nossa sociedade, realidades que exigem a coragem de todos para encarar de frente e agir em concordância.

Exame de consciência ecológico

Uma proposta do Ponto SJ adaptada a partir de “Reconcilling God, creation and humanity – An Ignatian Examen”, da responsabilidade dos jesuítas canadianos e americanos.