Últimas

Um tempo de síntese com Javier Melloni

Em Javier Melloni, no que escreve e no que vive, há apenas uma trincheira, paradoxalmente aberta ao mundo e plena de potencial dialogante e porosidade: o mistério do encontro no silêncio. Análise ao livro “Para um tempo de síntese”.

Que amor pões no que fazes?

Amar é o verbo principal da fraternidade a que somos chamados, mas não basta conjugá-lo em palavras. Amar o próximo como Deus nos amou exige disponibilidade, exige tempo e desprendimento, e exige entrega.

O que a vida espera de nós

O modo como vivemos o que nos é dado viver, as escolhas que fazemos, as decisões que tomamos podem resgatar-nos e restaurar-nos, mesmo quando nos confrontamos com uma situação que não desejamos de todo.