O desenvolvimento
é o envolvimento de todos

Os Leigos para o Desenvolvimento são uma ONGD católica, que trabalha há 35 anos em prol do desenvolvimento integral e integrado em países de expressão portuguesa, com vista à capacitação e autonomização de pessoas e comunidades. Atuamos preferencialmente através de voluntários missionários qualificados e beneficiam dos nossos projetos mais de 50.000 pessoas/ano e de 150 organizações locais por ano. Atualmente contamos com projetos em Angola, Moçambique, Portugal e São Tomé e Príncipe.

Notícias

A beleza de sermos todos diferentes

Na equipa de coordenação do Grupo Comunitário da Boa Morte, vou reconhecendo a grande riqueza da diferença e encontrando muita beleza na forma como o Senhor se serve dos talentos de cada um, para que coordenem o bom funcionamento do grupo.

Tio Kakongo

Guilherme Kakongo, carinhosamente tratado por nós como Tio Kakongo, é o elemento mais assíduo nas reuniões do Grupo Comunitário do Alto Catumbela e está determinado a fazer a diferença na sua comunidade.

O Monte da Caparica não é só um bairro social, é casa.

“Embora tenha o universo nada posso afirmar ter, pois o desconhecido não posso conhecer se me agarrar ao que já conheço" (do livro: O Cavaleiro da Armadura Enferrujada).

Quem vai conduzir?

Foi já aqui, em Angola, que me apercebi da minha grande ingenuidade relativamente a esta história da condução: não é por estar ao volante que sou necessariamente eu a guiar!

Porto Alegre Praia

É em Porto Alegre Praia que tantas vezes me perco nesta arte de observar a vida a acontecer. E a mim é me simplesmente pedido que desfrute do privilégio que é servir nesta comunidade.

«Bô bi punta nova mun!» – «Eu vim visitar te!»

Em São Tomé, sou visitada e chamada a visitar. Deixar-se acompanhar e saber ser visitado, é a virtude que tenho encontrado neste Bairro.

Contemplar Deus na vida de todos os dias

É na vida de cada um, na sua rotina, no que tem de alegria e de dor, no que controlamos e no inesperado, nas pequenas coisas que às vezes nem damos atenção, que Deus se dá a conhecer. Porque a nossa vida de todos os dias é lugar de Deus.

Sinto-me em casa

Estas pessoas são muito especiais e cativam-me a cada dia pela sua bondade, pela sua alegria, pela sua humildade e pelo amor que nos dão. Este povo tem muito para dar e muito para nos ensinar.

Jesus também vive onde o óbvio não tem lugar

Num tempo em que somos chamados a semear o bem, sou eu também chamada a saborear a leveza, que me faz ser grata pela exigente caminhada pastoral, e de encontrar nela a sua essência, e acolhê-la tal como ela própria é.

A arte de ser

Neste tempo em que a arte de ser me desperta todos os sentidos, vou aprendendo a contemplar a beleza na vida de todos os que o Senhor me coloca no caminho. Hoje compreendo melhor este desafio de fazermos da nossa vida uma obra de arte.

SER VOLUNTÁRIO
Uma experiência de vida transformadora!

Ao contribuires com o teu tempo, capacidades e conhecimento tens a oportunidade, enquanto voluntário nos Leigos para o Desenvolvimento, para fazer a diferença na vida de muitos, criar impacto positivo e ser uma força significativa para alcançar a paz e o desenvolvimento.

Histórias de vida

Moa

Moa

“Todos os dias levanto e rezo para pedir a Deus o pão de cada dia. E Ele dá!”

Josefina, a Soba que nos recebe

Josefina, a Soba que nos recebe

Todos os assuntos da comunidade dizem respeito ao Soba e a sua intervenção é constantemente solicitada e muitas vezes é necessário reunir com os envolvidos, com a comunidade e com os pares – outros sobas – para uma solução final.

Foi uma lição muito aprendida: dar aquilo que você recebe

Foi uma lição muito aprendida: dar aquilo que você recebe

“Se eu hoje estou a lecionar cadeiras ligadas à irrigação e à química, isso é porque eu fui bem trabalhado pelos Leigos nessas matérias de cálculo, química, física e matemática. Foi porque eles [LD] deram tudo o que tinham para dar…”

Financiadores