Últimas

Estudar Humanidades ou produzir gerações submissas?

“Vais para Humanidades? Nem penses! Isso não te serve para nada”. Soube de um livreiro português na Suíça que teimava em vender livros em língua portuguesa. Na parede da sua livraria tinha escrito: “Quanto mais ignorantes melhor para os governantes”. Ele conhecia bem a utilidade social das letras e das humanidades.

Maus-tratos escolares, não!

Com o prolongamento da escolaridade obrigatória salta ainda mais à vista a violência institucionalizada nas nossas escolas, bem como os maus-tratos que estas praticam.

Conservadores vs. progressistas: a batalha das retenções

A solução não está em reter ou não reter o aluno. A solução está no que fazemos com o aluno no ano seguinte. E as soluções serão tantas quantos os alunos de que estamos a falar pois a solução dependerá da circunstância concreta de cada caso (e dos diferentes conhecimentos e capacidades dos professores).

O outro ‘ranking’ das Escolas

A dimensão cognitiva, de aquisição e avaliação de conhecimentos, é apenas a ponta de um gigantesco ‘iceberg’ que está longe de esgotar as diferentes valências presentes na vida dos alunos e, por consequência, no dia a dia de uma escola.