Últimas

A secularização do coração

Parte da cultura que nos configura e que nós ajudamos a moldar seca o coração, “seculariza-o”. De que modo? Desvaloriza a pergunta pelo sentido da vida, ilude os nossos limites, faz-nos acreditar que cada um de nós é uma mera autocriação.

Advento: a escola do inesperado

Ilumina-se a quarta vela e poderíamos pensar: já está! Mas há ainda advento por viver. E no encontro de Maria e Isabel talvez possamos aprender alguma coisa sobre o inesperado como lugar em que Deus se revela.

A conversar é que a gente O entende

Mas, diante de um ideal tão inspirador, pode surgir a pergunta: como é que não terminamos todos aos berros e com a certeza de que o Espírito Santo me falou a mim e que eu é que tenho que convencer os outros da verdade que me foi revelada?