Ver uma série: State of the Union

Num fim-de-semana em que se prevê bastante chuva, a Brotéria sugere uma série, State of the union. O texto de Carla Quevedo é uma ótima motivação, sem revelações intrusivas, para quem desejar dedicar algum tempo a este série premiada.

Num fim-de-semana em que se prevê bastante chuva, a Brotéria sugere uma série, State of the union. O texto de Carla Quevedo é uma ótima motivação, sem revelações intrusivas, para quem desejar dedicar algum tempo a este série premiada.

O casamento é o relacionamento, estado ou tema mais presente na ficção. Infelizmente, e salvo raras excepções, as histórias dos casais nas séries televisivas dramáticas são na maior parte das vezes de violência ou morte e poucas de ambiguidade ou mistério. Mesmo nos casais mais complicados da história da ficção televisiva, como Carmela Soprano e Tony Soprano (The Sopranos, 1999-2007) e Skyler White e Walter White (Breaking Bad, 2008-2013), há um ambiente de marginalidade, em que as mulheres são sobretudo cúmplices dos maridos, com ou sem problemas de consciência.

A série ganhou três emmys em setembro.

Um caso menos exuberante e por isso mais profundo é o de State of the Union (HBO, 2019), de Nick Hornby, realizado por Stephen Frears, que nos mostra um casal normal em plena crise conjugal, Louise (Rosamund Pike) e Tom (Chris O’Dowd), que se encontram todas as semanas num café antes de iniciar a terapia. São dez episódios de dez minutos cada, bem escritos e interpretados que em setembro ganharam três Emmys muito merecidamente.

O casamento só termina quando não houver mais nada a dizer com uma cerveja e um copo de vinho branco à frente. Mas o que são a maioria dos problemas conjugais se não uma forma neurótica de desejo de voltar a ter o que se tinha dantes? Ou que se imaginou ter tido? A infidelidade da mulher, a culpa que ambos sentem, o afastamento do marido, são afinal pretextos para Louise e Tom retomarem a conversa. Mas terminar, terminar, só no dia de São Nunca à tarde.

Ficha técnica: Género: Comédia; Duração: 10 minutos; Criador: Nick Hornby; País de origem: Reino Unido; Idioma original: Inglês; Produtor: Amy Jackson; Cinematografia: Stephen Frears; Distribuíção: SundanceTV; Transmissão original: 6 de maio – 17 de maio de 2019; Nº de temporadas: 1; Nº de episódios: 10.

* Os jesuítas em Portugal assumem a gestão editorial do Ponto SJ, mas os textos de opinião vinculam apenas os seus autores.


Brotéria Logo

Sugestão Cultural Brotéria

Esta seção é da responsabilidade da revista Brotéria – Cristianismo e Cultura, publicada pelos jesuítas portugueses desde 1902.

Conheça melhor a Brotéria