Conversa franca – Já se pode mexer no corpo

Nesta Conversa Franca com a filósofa Maria Manuela Jorge são abordados vários temas da bioética e discute-se o modo como a evolução tecnológica vai trazendo novas possibilidades e pedindo questionamentos éticos.  

A conversa de hoje começa com uma evocação da personalidade do Professor Luís Archer, sacerdote jesuíta. Como cientista e sacerdote o jesuíta português teve um papel marcante no percurso da convidada de hoje que sublinha o facto de ter sido particularmente relevante a clareza de pensamento com que Luís Archer  promoveu o diálogo entre fé e ciência sem deixar de valorizar o que era específico de cada um destes dois modos de olhar o mundo, evitando que num e no outro se incorresse na idolatria e dando à Ciência um horizonte mais alargado.

Mas o tema principal da conversa anda à volta do modo como a ciência lida com a vida, em especial com a vida humana na sua dimensão corporal, sublinhando-se o processo de autonomização da ciência face a conceitos religiosos como a alma. Nesta Conversa franca são também abordados vários temas da bioética e discute-se o modo como a evolução tecnológica vai trazendo novas possibilidades e pedindo questionamentos éticos.

 

Fotografia de Calvin Craig – Unsplash