Últimas

Fala à vontade, que eu não te oiço

Tal como numa casa, também na política externa, posso abrir a porta para negociar só o que me interessa com os meus irmãos ou flatmates. Mas se não me abro aos espaços comuns nunca vou viver naquilo em que realmente vivo: uma casa! É escolher entre a vida real ou uma second life.