Últimas

Racismo escondido em Portugal

Desde o bairro em que crescem, às expetativas da escola, e aos preconceitos para procurar casa e serem selecionados para um emprego, a vida das pessoas negras em Portugal enfrenta muitos mais obstáculos do que a das pessoas brancas.

As marcas que 2018 deixou: resultados e vencedores

Abertura da Igreja aos recasados, migrações e chumbo da eutanásia venceram inquérito online ‘As Marcas que 2018 deixou’. A análise dos vencedores é agora feita por três jornalistas: Ricardo Perna, Catarina Guerreiro e Eunice Lourenço.

Luzes com sombras

Chumbo da legalização da eutanásia foi o ponto de luz mais votado. Em segundo lugar, ficou o resgaste das crianças na Tailândia e em terceiro a libertação de Asia Bibi. Eunice Lourenço, jornalista da RR analisa resultados.

Natal: Jesus sem títulos

Neste dia, é impossível este texto não ser sobre o Natal, e sobre a figura a que nele se faz referência. Jesus despido de todos os títulos atribuídos pela fé é referência indiscutível para as grandes questões dos nossos dias.

P. Manuel Malvar homenageado em Santo André

Jesuíta foi figura importante no concelho de Santiago do Cacém, onde se situa Vila Nova de Santo André, onde construiu a paróquia e fundou e lançou inúmeras obras sociais. No sábado foi recordado com saudade pela comunidade local.

Multiplicidade de olhares

No dia em que se assinalam os 70 anos da Declaração dos Direitos Humanos, uma reflexão do especialista Carlos Vilar Estêvão sobre as diferentes compreensões que estão subjacentes a estes direitos. Algumas até contraditórias.

O que esperar de Katowice?

De 2 a 14 de dezembro decorre em Katowice, na Polónia, a 24ª Cimeira das Nações Unidas para o Clima – COP 24. Neste tempo de espera que é o Advento, o que se espera de Katowice?

Sem vós, nunca mais

O pobre não é apenas o beneficiário da caridade, ele transforma-se em fonte de riqueza se lhe for dada a palavra. É esta a linha de pensamento e ação de Elena Lasida, que diz que a objetivização da pobreza tornou o pobre invisível.