Últimas

O pai do filho pródigo

Não há orgulho entre um pai e um filho, assim como não há justiça quando o que está em causa é a misericórdia de um pai. Os filhos –  disse-me o padre António Vaz Pinto – não se educam com justiça, mas sim com misericórdia. Chega e sobra.

Os pecados que inventámos

Pelo menos duas vezes por ano lá íamos nós em fila ao confessionário, como quem ia ao dentista. Eventualmente cresci. E foi o que me valeu. Fui percebendo que a confissão é a Reconciliação, primeiro connosco e depois com Deus.

Mãe, não quero ir à Missa

Quando os filhos nos pedem para não ir à Missa, hesitamos e questionamos onde começa a liberdade deles e acaba a nossa obrigação, ficamos sem resposta pronta. E não há resposta.

A irrelevância dos pais

Está na moda dramatizar esta condição de pais. É um tema pesado, denso, teórico, complexo. Achamos que por haver o risco de sermos maus pais não devemos ser pais (…) O único pai irrepreensível é Deus, a nossa vocação é mais modesta.

Como criar filhos felizes?

Procurar o Mozart, o Einstein ou o Ronaldo que há em cada dos nossos filhos dá uma trabalheira que não se imagina. Não tentem que até é perigoso. Ora, nem eles nem eu aguentámos o desafio.