Um Gambozino em Quarentesma

Um verdadeiro Gambozino é Gambozino todos os dias do ano, 24 horas por dia. É Gambozino na escola, em casa, no trabalho, na faculdade, com os amigos, com os pais, com os irmãos, com os vizinhos e até com aquele estranho na rua.

Querido Gambozino,

Sim, tu…! Não é por estares fechado em casa, por não haver atividades ou por não estares com os teus amigos que deixas de ser Gambozino. Dá mais trabalho, é verdade, mas és um Gambozino também nesta Quarentesma!

Um verdadeiro Gambozino é Gambozino todos os dias do ano, 24 horas por dia. É Gambozino na escola, em casa, no trabalho, na faculdade, com os amigos, com os pais, com os irmãos, com os vizinhos e até com aquele estranho na rua. É Gambozino em Braga, em Lisboa, no Pragal, no Porto, em Peniche e no resto do mundo.

Neste tempo a vontade é pouca. A vontade é pouca porque estamos em casa e o sofá é confortável, porque não há professores a ajudar-nos a estudar, porque estamos tão aborrecidos que chatear o irmão é fonte de diversão. Porque no meio de tanta confusão nada que faças parece ajudar.

Infelizmente ou não, nesta quarentena ficares quietinho em casa é a tua maneira de ajudar. Tenho uma sugestão: pensa nisto como uma mega SORNA! E o que é que se faz na sorna? Na sorna, há Gambozinos que lavam a louça e uns que ajudam a mamã e os tios na cozinha, alguns decidem aprender guitarra ou participar num workshop de assobios. Há quem decida que é altura de lavar a roupa ou fazer tranças a alguém, há quem dance e faça aplausos. Uns desenham e outros tiram este tempo para parar e rezar. Se uma quarentena é uma sorna grande então dedica-te a ela e aproveita-a como deve ser! Melhor, aproveita-a tendo em conta este tempo especial – a Quaresma!

Não te esqueças Gambozino – é um tempo difícil, mas é o tempo favorável. É o tempo para parares e começares de novo.

Por isso vai Gambozino, levanta-te do sofá, larga o instagrã e vai ajudar quem está contigo! Liga a um amigo que precise e dedica-te aos estudos ou ao trabalho. Vai para a janela e toca guitarra, faz um “Arram Sam Sam” ou um “Bananas United” para os vizinhos. Melhor ainda, inventa um aplauso para esta época especial. Faz uma Gamboliga com os teus cães, prepara um lanche e ajuda a lavar a louça, aprende uma coisa nova e lê um livro. Tira tempo para parar, agradecer a sorte que tens no meio disto tudo e pedir por quem não tem a mesma sorte que tu. Faz-te a esta Quarentesma Gambozino, e mostra a todos (ou pelo menos aí em casa) porque é que dizem que somos Loucos da Cabeça.

 

Maria Coimbra