Últimas

Enquanto o comboio se afasta

O homem deu-lhe umas aulas e, aos poucos, o rapaz foi melhorando. Ainda não tocava nada como o professor mas estava cada vez mais perto de encontrar a sua música.

A incrível verdade na era da pós-verdade

Será que, nesta era da pós-verdade, é tanta a preocupação — nas artes, no jornalismo, na publicidade, nas relações sociais até — em fazer tudo “parecer” verdade que já não há espaço para a verdade que pode “ser”?

Texto feito pelo seu cérebro

A ficção não será útil no sentido em que uma chave de fendas ou um computador são úteis, mas serve para muitas coisas. Desde logo, para dar, ou para “ir dando”, sentido ao mundo.