Faculdade de Filosofia e Ciências Sociais recebe Congresso Internacional de Pedagogia

O IV Congresso Internacional de Pedagogia decorre em Braga de 10 a 12 de fevereiro de 2022, tendo como tema a Educação Justiça e Direitos Humanos num mundo em transformação. Até 15 de outubro é possível apresentar propostas de comunicações.

A Faculdade de Filosofia e Ciências Sociais da Universidade Católica em Braga acolhe uma vez mais o Congresso Internacional de Pedagogia que este ano tem lugar de 10 a 12 de fevereiro e se dedicará aos temas da justiça e dos direitos humanos num mundo em transformação. Além da Faculdade de Filosofia e Ciências Sociais, integram a organização deste Congresso a Universidade de Deusto em Bilbao, Espanha, e a Universidade Gregoriana de Roma, em Itália.

Conforme se pode ler no site do evento, este congresso “visa propiciar a apresentação e a discussão de trabalhos e investigações sobre o lugar e o papel da Educação na promoção e efetivação da justiça social, cultural e política, assim como dos direitos humanos numa perspetiva crítica e transformadora.” As inscrições podem ser feitas até 5 de janeiro de 2022.

O congresso tem como especiais destinatários académicos e investigadores e docentes, colaboradores e dirigentes de organizações governamentais, não governamentais e da sociedade civil, educadores e estudantes e gestores e diretores escolares.

Os participantes terão a oportunidade de ouvir as intervenções da filósofa espanhola da Universidade de Valência, Adela Cortina, do P. João Vila-Chã, professor de Filosofia Política na Universidade Gregoriana e do Prémio Nobel da Paz, José Ramos Horta. Além disso, poderão participar em diferentes painéis que, partindo da temática da Educação, justiça e direitos humanos, tentarão identificar desafios teóricos, políticos e experiências.

Este congresso visa propiciar a apresentação e a discussão de trabalhos e investigações sobre o lugar e o papel da Educação na promoção e efetivação da justiça social, cultural e política, assim como dos direitos humanos numa perspetiva crítica e transformadora.

De acordo com a organização, este congresso pretende ser “um espaço aberto à reflexão sobre temáticas que estão na ordem do dia, num tempo conturbado e incerto, sujeito a transformações sociais, políticas, tecnológicas e cognitivas profundas que não deixam de nos surpreender quase diariamente.”

Os investigadores que tencionem apresentar comunicações ao congresso devem enviar a sua proposta até dia 15 de outubro. Podem escolher como foco da sua intervenção áreas tão distintas como: visão inaciana no que respeita à educação, justiça e direitos; educação, sociedade digital e direitos humanos ou justiça, memória e identidades. No total, são 13 áreas temáticas que pode ficar a conhecer no site do congresso. A participação poderá ser creditada como formação aos docentes que o desejem.