Últimas

Educação de placebos?

Desejo que cada um dos meus filhos venha a ser um adulto crítico capaz de formular um raciocínio lógico. Capaz de obedecer quando faz sentido e de questionar sempre que necessário, lutando contra a banalidade do mal que refere Hannah Arendt

O melhor de todos nós

Objetivamente somos todos cinzentos. No entanto, curiosamente, emocionalmente continuamos muitas vezes retidos nesta fase emotivo-infantil de ver o mundo a preto e branco.