Últimas

Isaías: eu gostava era de trabalhar

Como é possível uma instituição de educação continuar assim insensível e a alimentar este “paleio escolar” inconsequente durante tantos anos? Para quem é que falam estes DT? É profundamente ridículo!

Maus-tratos escolares, não!

Com o prolongamento da escolaridade obrigatória salta ainda mais à vista a violência institucionalizada nas nossas escolas, bem como os maus-tratos que estas praticam.