Últimas

O elefante na sala

O problema, pois, não é a variante de português do Brasil. O grande elefante na sala é que muitas crianças portuguesas quando estão em casa só têm os seus telemóveis e o algoritmo mais perigoso do mundo por companhia.

“Ninguém se salva sozinho”

A corrida às vacinas tem de dar lugar a uma política solidária de vacinação global que ajude os países em desenvolvimento a protegerem-se, protegendo todos de potenciais mutações. Não há planeta B, ainda estamos todos no mesmo barco.

Liberdade de Imprensa, liberdade para pensar

E por isto a liberdade de imprensa não se esgota no formalismo que lhe assegure a possibilidade e existência. A montante desta encontra-se a liberdade de pensar – de imaginar mundos diferentes daquele em que existimos.