Últimas

A importância de se chamar Maria

Talvez vivamos demasiado depressa, num mundo com cada vez mais janelas, num mundo com cada vez mais mundo, sem espaço para ouvir as “Marias” que ainda se encontram entre nós.

Ainda há lugar para velhos?

Pretende-se tornar invisível o ocaso da vida… Na cidade como no campo, não faltam idosos sós e desprotegidos, sujeitos à violência física e psicológica de quem deles devia cuidar, à espera do fim!