Últimas

Só sei que nada sei – Parte 1

O que significa dizer que conheço? Que nós, metendo entre parênteses a nossa (em parte boa, em parte triste) sede de utilidade, nos deixemos arrebatar pela maravilha de poder conhecer!

O diálogo da solidão

As nossas casas ganharam o peso de uma âncora. E nós, pesados como navios, mas a querer sair do porto. Inevitavelmente mais próximos de nós mesmos.

Estender a Mesa

Houve quem tenha estado na cozinha; houve espaço para conversas, memórias e gargalhadas; e tudo isto foi bom, foi um paliativo. Mas a digestão faz-se na recolha.

Poemas

Virá, com o seu fio de ouro fino, ligar os corações feridos e bordar as nossas vidas, com ele, no lençol da história.

Conto de Advento

“… graças ao coração misericordioso do nosso Deus, que das alturas nos visita como sol nascente.” (Lc1, 78)

A Voz Profunda

Diz-nos Lewis: «Devo manter vivo dentro de mim o desejo do meu verdadeiro país, que não encontrarei até depois da morte;(…) devo fazer com que o propósito central da minha vida seja caminhar para esse país e ajudar outros a fazer o mesmo»

O Rosto

Aqui o rosto não é entendido apenas na sua apreensão estética ou material, mas antes como a alteridade de alguém que se apresenta como outro.

Até que tenhamos rostos

Há por aí quem diga que ler livros de Fantasia é um escape à realidade ― talvez tenham razão. Ainda assim, escapar nem sempre é algo errado.