comunidade pedro arrupe

apresentação

Um pouco da nossa história em Braga

Quem somos e o que fazemos

juniorado

Fase dos Primeiros Estudos

A Comunidade Pedro Arrupe, fundada no início dos anos 90, surgiu em resposta a uma necessidade e intuição concretas para a formação dos jesuítas portugueses. Destinada a ser casa para a segunda etapa de formação, por ela passaram várias gerações de jesuítas, dedicando-se ao estudo filosófico-humanístico, na então Faculdade de Filosofia.

Após um breve tempo de suspensão, a Pedro Arrupe reabriu em Setembro de 2018, enquanto casa de formação dedicada à Fase dos Primeiros Estudos. Continuando a estar dirigida a esta primeira etapa académica após o Noviciado, os jesuítas em formação iniciam os seus estudos filosóficos, mas também em áreas de humanidades, através do contacto com línguas e cultura clássicas ou introdução às áreas das ciências humanas. Neste novo formato, a etapa de estudos filosóficos conclui-se na Comunidade de San Saba (Roma), com os estudos na Universidade Pontifícia Gregoriana.

Além da dedicação aos estudos – missão principal desta fase – e do próprio ritmo comunitário, cada junior tem-lhe confiada um apostolado concreto. Entre estes, destaca-se a presença no Centro Académico de Braga (CAB), quer na animação do centro, quer na presença em diferentes grupos de formação ou reflexão, ou no acompanhamento dos núcleos locais dos Gambozinos ou da Associação Rabo de Peixe. Além destes apostolados, a Comunidade tem procurado fazer-se presente juntos dos mais pobres, pela presença semanal junto dos mais pobres (CAB+) ou por via da Cáritas Arquidiocesana.

Actualmente, vivem na Comunidade Pedro Arrupe doze jesuítas: quatro formadores, três juniores, no primeiro ano de estudos, e cinco, no segundo ano de estudos.