Últimas

Bruxelão, coerência e populismos

Contra populismos, a solução é estudar os programas políticos, as problemáticas sociais complexas como imigração ou automatização da indústria, é estudar a história política da Europa. Senão as acusações de populismo são também populistas.

Hospitalidade, precisa-se?

O que no dia 9 de março quereremos fazer é precisamente isto: tratar com serenidade, em vésperas de eleições europeias, um dos temas mais delicados que a Europa terá em mãos durante este próximo ciclo. Sem populismo.

Web Summits e o inferno do trânsito

Se queremos que Portugal aproveite o facto de Lisboa estar na moda, temos que olhar para a economia procurando soluções de longo prazo e temos que fazer com que a cidade não hostilize aqueles que nela vivem. Há passos a ser dados nos dois sentidos. O que é preciso é desenvolvê-los.

Um país de incompetentes morais?

Somos hoje em dia um país de incompetentes morais: cuidamos mal da nossa memória; desprezamos a troca de ideias; e temos dificuldade em sustentar na prática aquilo que deveria levar a bom porto as nossas intenções.

Assumir a seriedade da Política

Ponto SJ lança hoje uma iniciativa que junta cinco figuras da vida política, de diferentes áreas ideológicas. A cada uma foi pedido um texto para ajudar a refletir e preparar as próximas eleições. Textos serão publicados na próxima semana.