2. Vê

Onde estão e o que fazem?

Os Jesuítas procuram Deus em todas as coisas. Um Deus que está presente em toda a Criação, mesmo onde parece estar completamente ausente. Acreditam que, para aqueles que a saibam olhar, não há nenhuma realidade que seja simplesmente profana. É um caminho de abnegação e discernimento para procurar a maior glória de Deus e o maior serviço da Igreja, que são simultaneamente o nosso maior bem. É um caminho de fidelidade criativa em que procuramos estar simultaneamente enraizados em Deus e mergulhados no mundo. É uma procura do “mais” pessoal de cada um.

Sentimo-nos desafiados a não nos satisfazermos com respostas feitas e fórmulas definitivas mas a procurar sempre o “mais”. Muitas vezes, isso leva a um contacto tenso com as fronteiras, sejam elas culturais, científicas, religiosas ou geográficas. Esta é a história de amor que os jesuítas gostam de contar. É esta a espiritualidade que os inspira a inspirar outros.

Pomos isto em prática de diversas forma e em diversas áreas:

#A
Espiritualidade

Temos casas de Retiros (Sintra e Coimbra) e um grande Centro de Espiritualidade em Braga. Damos cursos, formações, workshops, mas especialmente Exercícios Espirituais. Os Exercícios Espirituais são um retiro específico segundo o método de Santo Inácio de Loiola. Trata-se de uma experiência profunda, realizada em silêncio interior e exterior, que conduz a pessoa a um verdadeiro conhecimento de si e a abre à descoberta da presença de Deus na sua vida. Os Exercícios Espirituais constituem uma proposta exigente e consoladora e são uma verdadeira escola de sabedoria e liberdade.

#B
Colégios

A finalidade do acto educativo numa instituição da Companhia de Jesus não consiste somente em que o destinatário tenha mais conhecimentos ou saberes, mas que seja mais pessoa, que cresça e se transforme naquilo que pode vir a ser, superadas as debilidades. E por conseguinte, o bom educador é aquele que pensa no bem dos seus alunos e coloca à disposição deles os seus conhecimentos, as suas palavras amigas, os seus gestos e o seu testemunho como pessoa, como mestre. O bem integral do educando, a nível humano e a nível académico, é o objectivo prioritário de todo o labor educativo. Temos 3 colégios em Portugal. O Colégio São João de Brito em Lisboa; O Colégio da Imaculada Conceição em Cernache e o Colégio das Caldinhas em Santo Tirso.

#C
Centros Universitários

Os centros universitários dos Jesuítas visam proporcionar aos estudantes um espaço onde possam aprofundar a formação humana e cristã que não encontram nas aulas. São pontos de encontro de cada um consigo mesmo, com outros e com Deus. Para isso, propõem actividades que procuram usar uma linguagem que os universitários entendam: nos cursos e conferências que ajudam a aprofundar a fé e a reflectir sobre o mundo à nossa volta; nos grupos de partilha de vida; nos grupos de voluntariado; na preparação de adultos para os sacramentos do Baptismo, da Confirmação e do Matrimónio; no atendimento personalizado a quem procura um padre com quem confrontar problemas, dúvidas ou desejando simplesmente um crescimento espiritual acompanhado; nos Exercícios Espirituais, retiros de 3, 4 ou 7 dias, com vista a uma experiência de intimidade com Deus. Para organizar estas propostas cada centro conta com uma pequena equipa de dois ou três jesuítas aos quais se junta – colaborando lado a lado na missão – uma equipa de estudantes universitários. Boas doses de humor, de amizade e de intimidade com Deus são o segredo do espírito vivido nestes centros. A história dos centros já é suficientemente longa para ter gerado grupos organizados, vinculados a cada centro, que dão resposta aos que se identificam com esse espírito mas já não são universitários.

Temos 4 centros universitários em Portugal: Lisboa (CUPAV), Porto (CREU-IL), Coimbra (CUMN) e Braga (CAB). Também colaboramos com as universidades e capelanias de Évora e Covilhã.

#D
Trabalho com a Juventude

Uma das grandes forças e prioridade da acção dos Jesuítas em Portugal é o trabalho com a Juventude. Este ocorre de maneira directa:

. Nos 3 colégios da Companhia em Portugal, onde para além da dimensão académica, também se desenvolve, junto dos alunos, uma forte componente formativa e espiritual. Em cada um destes colégios existe uma equipa de pastoral que inclui Jesuítas e leigos e há um programa vastíssimo de actividades ao longo do ano (dias de reflexão, missas de turma, fins de semana de oração, pegrinações, etc), algumas delas juntam os alunos dos três colégios.

. Nos campos de férias e nos movimentos e associações juvenis que colaboram com a Companhia: Campinácios, CAMTIL e Gambozinos. Aos campos de férias que decorrem no verão, juntam-se depois muitos grupos e núcleos destes movimentos que promovem variadas actividades ao longo do ano. Os campos de férias movimentam mais de 1500 pessoas, entre participantes, animadores e jesuítas, ao longo de todo o ano.

. Nos centros Universitários que já referimos anteriormente onde existem variados grupos esporádicos e regulares. Os centros em Portugal movimentam uma enorme quantidade de pessoas e têm uma forte implantação nas cidades onde se encontram, sendo uma referência a nível formativo e espiritual e colaborando activamente com as dioceses a que pertencem.

. Nos Grupos de Vida Cristã (GVX) que têm funcionado nos colégios e nos Centros Universitários e que dão formação a jovens do 7º ao 12º ano (incluindo a preparação para o Crisma) e que já movimenta mais de 1000 jovens em Braga, Porto, Coimbra, Lisboa, Évora e Portimão.

. Também nas nossas paróquias onde temos Centros de Catequese, grupos de jovens, escuteiros, e outras muitas participações na vida concerta dos jovens das paróquias que mais adiante se descrevem

Temos 4 centros universitários em Portugal: Lisboa (CUPAV), Porto (CREU-IL), Coimbra (CUMN) e Braga (CAB). Também colaboramos com as universidades e capelanias de Évora e Covilhã.

#E
Cultura

Os trabalhos de investigação e de presença no mundo da cultura não são de uma visibilidade evidente e, muitas vezes, não têm efeitos imediatos; mas são precisamente as ferramentas que ajudam a Igreja a melhor compreender o mundo moderno e a tornam mais capaz de intervir na sociedade a um nível estrutural. Neste mundo cheio de tensões e paradoxos, a preocupação dos Jesuítas tem sido a de desenvolver uma missão de reconciliação. Missão essa que apenas podemos concretizar através da inculturação e do diálogo profundo com a cultura dominante. E, partindo desse diálogo, podemos ajudar a construir pontes de saber, a ultrapassar barreiras de incompreensão, contribuindo para a cura do nosso mundo fragmentado e promovendo relações justas com Deus, uns com os outros e com a Criação. É nesse sentido que esta área é uma prioridade da Companhia de Jesus em todo o mundo e é tendo em vista estes objectivos que os jesuítas portugueses procuram estar presentes em diversas áreas da cultura. A nível institucional, fazem-no na Faculdade de Filosofia da Universidade Católica Portuguesa e na Revista Brotéria.

#F
Trabalho Social

É prioridade e objectivo da Companhia de Jesus procurar viver solidariamente com os mais pobres. Esta procura expressa-se sobretudo em duas dimensões: aprendendo com os mais pobres o modo de inculturar o Evangelho em situações onde a dignidade humana se encontra desfigurada; e promovendo uma cultura da justiça que os torne capazes de participar nos processos que modelam a sociedade em que vivemos.
Tentamos que esta atitude perpasse transversalmente o meio e os trabalhos em que cada jesuíta está envolvido. Assim, é de esperar que, mesmo em ambientes em que a pobreza explícita esteja ausente ou seja pouco perceptível, se promova esta cultura de justiça que afecta a todos. Para além dessa atitude geral, bem patente nos colégios ou nas paróquias, é de realçar que esta vertente do nosso trabalho encontra a sua expressão privilegiada em duas obras de cariz social dedicadas ao apoio aos imigrantes e refugiados: o Serviço Jesuíta aos Refugiados (JRS) e o Centro São Cirilo.

#G
Paróquias

A Companhia de Jesus considera o serviço paroquial como um dos apostolados onde se concretiza a sua missão de serviço da fé e promoção da justiça. Além disso, muitas paróquias, pelo contexto em que se inserem, oferecem aos jesuítas a possibilidade de viver com os pobres e solidarizar-se com eles. Ao mesmo tempo que estão directamente ao serviço duma igreja local, os jesuítas que trabalham em paróquias procuram partilhar com a comunidade que servem a espiritualidade inaciana que os anima. Em Portugal, os jesuítas têm a seu cargo oito paróquias e nelas procuram dar testemunho de universalidade, estando de portas abertas ao serviço de todos. Nas paróquias, concretiza-se uma parte importante do nosso empenho social.

Estas são as paróquias confiadas à Companhia de Jesus:

DIOCESE DO PORTO
Igreja de Nª Srª de Fátima

DIOCESE DA GUARDA
Paróquia de São Pedro da Covilhã

PATRIARCADO DE LISBOA
Paróquia S. João Baptista do Lumiar
Igreja do Colégio de S. João de Brito

DIOCESE DE SETÚBAL
Paróquia de São Francisco Xavier

DIOCESE DO ALGARVE
Paróquia de Nª Srª da Assunção
Paróquia de Nª Srª do Amparo

#H
Missões

A actividade missionária da Companhia de Jesus é uma realidade presente em diversas partes do mundo. A acção missionária é hoje vivida lado-a-lado com o povo a quem serve, numa atitude que privilegia o acolhimento e o testemunho de vida mais do que o ensino doutrinal. O modo de missionar actual inclui o apoio ao desenvolvimento, partindo da identificação das maiores necessidades básicas e educacionais e da identificação de soluções possíveis e viáveis, desenvolvidas com a participação e responsabilidade da população. O papel missionário da Companhia de Jesus sempre esteve presente desde a sua fundação até aos dias de hoje, adaptando-se aos tempos e culturas.

Actualmente, encontram-se jesuítas portugueses missionários em Moçambique (Província Zimbabué-Moçambique), em Angola (Província da África Central), em Timor (Missão Independente), na Província Chinesa e na Província do Japão.

#I
Colaboração com outras obras e movimentos

Para além de todos estes trabalhos, colaboramos de forma activa com vários movimentos e instituições que não pertencendo directamente à Companhia de Jesus, têm com ela uma ligação muito estreita:

Comunidade de vida cristã – CVX
Colégio pedro arrupe
Campos de férias: CAMTIL e GAMBOZINOS
Leigos para o desenvolvimento
Centro social da musgueira
Cec (lisboa)
Coro santo inácio
Associação s. João de brito
Associação dos Antigos Alunos do Colégio São João de Brito