História da paróquia

1970

A partir de 1970, sendo Reitor do Santuário de Cristo Rei o Padre Norberto Martins SJ, foram lançadas as bases para a criação do Vicariato de Cristo Rei a 21 de maio de 1972 e para a sua elevação a Paróquia de Cristo Rei em 21 de novembro de 1976, da qual foi nomeado o primeiro pároco.
A 29 de Julho de 1973 por motivo de um casamento na Capela de N.ª S.ª da Esperança da Qtª da Filipa de Água, lançou a primeira semente, com a anuência dos proprietários da Quinta, passando a celebrar-se ali Missa semanal no Sábado à tarde até 1985. Desde cedo, este iniciou diligências para se conseguir um lugar de culto na Qtª de S. Francisco de Borja, local onde atualmente se situa a Paróquia de São Francisco Xavier de Caparica.

 

1983

O 2º Pároco da Paróquia de Cristo Rei, foi o Padre José Afonso Marques Pinto, sj nomeado em 23 de outubro de 1983, missão que exerceu até 10 de janeiro de 1993.
Em 1984 com a participação de vários leigos voluntários criou o grupo do Apoio Fraterno, que ainda hoje continua muito ativo na ajuda aos mais necessitados.

 

1986

Criou o Centro Social Paroquial de Cristo Rei em 1986, destinado a prestar apoio às famílias da paróquia.
Conseguiu que o FFH cedesse à Paróquia de Cristo Rei o armazém situado na Rua do Lago, nº 8, ainda por arranjar por dentro. A chave foi entregue a 2 de outubro de 1985 e a primeira Missa foi celebrada no dia 12 desse mês após a recitação do terço. Logo se iniciou a catequese e outros serviços sócio caritativos, com atividades pastorais, distribuição de roupas aos mais carenciados, uma espécie de missão, em terras de Almada.
Esta situação manteve-se até 19 de novembro de 1989 com a entrega da chave da nova Igreja na Qtº de São Francisco de Borja, situada na Rua das Quintas, altura em que se dá um grande salto qualitativo. A 1ª Missa aí celebrada foi a da Solenidade de Cristo Rei no sábado 25 de novembro de 1989.
A recuperação de todo o imóvel e também do pequeno edifício que ficaria para Sede do Escuteiros – Agrupamento 802 do Pragal do Corpo Nacional de Escutas,que iniciou as atividade sem fevereiro de 1986, foi empreendida pelo IGAPHE, sendo o conjunto cedido em regime de comodato por um prazo de 10 anos.

 

1993

Nomeado a 22 de novembro de 1992, tomou posse como 3º Pároco a 10 de janeiro de 1993, o Padre José Vicente Martins, SJ passando a residir na Qtª. de S. Francisco de Borja, para disponibilizar alguns espaços no Pragal e para guardar e suster a degradação progressiva nos imóveis ali existentes. Empenhado em dotar a Paróquia de terreno e de estruturas absolutamente necessárias para um conveniente e melhor serviço pastoral e social à população.

Era preciso tratar de adquirir o terreno da Quinta de S. Francisco de Borja.

  • A 8 de Janeiro de 1996 celebraram-se entre a Paróquia e o IGAPHE dois Contratos Promessa de Compra e Venda.
  • Refere-se o primeiro à chamada Quinta de S. Francisco de Borja com área de terreno de 4700m² e área construída de 653,70m² da qual já se fez a escritura.
  • Refere-se o segundo ao lote de terreno anexo com área de 6.957m². Embora se tenha começado a pagar, o IGAPHE ainda não quis fazer a escritura, a qual se espera desde 2006.
  • No ano 2000 fizeram-se grandes obras de restauro para reparar os grandes estragos provocados pelo vandalismo e pelos sucessivos assaltos.

Hoje tornou-se um grande centro de culto no meio duma população carenciada e a crescer continuamente, onde as crianças são a sua grande riqueza, proveniente de vários países, Cabo Verde, S. Tomé e Príncipe, Guiné-Bissau, Senegal, Angola, Moçambique, Índia, Brasil, etc.

 

Em 2005 remodelou a Ermida do Pragal, construiu a Casa Paroquial e trabalhou para que a Câmara Municipal de Almada fizesse a reconstrução para devolver ao culto a Ermida de S. Sebastião, passando então o salão das Torcatas para o Apoio Fraterno. A Ermida de S. Sebastião foi entregue pela CMA em regime de comodato à Paróquia de Cristo Rei em 25 de julho de 2009. D Gilberto Canavarro dos Reis, Bispo de Setúbal em 5 de setembro de 2009 fez a bênção e sagração do altar e presidiu à Eucaristia.

2006

Assim, 30 anos depois da criação da Paróquia do Cristo Rei (1976), é criada na zona ocidental a Quasi Paróquia de São Francisco Xavier da Caparica, por decreto de D. Gilberto Canavarro dos Reis, Bispo de Setúbal, datado de 29 de junho de 2006 na Solenidade dos Apóstolos, S. Pedro e S. Paulo.

O primeiro Pároco, Padre José Pires Lopes Nunes,SJ tomou posse a 15 de outubro de 2006.Durante quase 9 anos tanto bem fez a favor deste povo, pela sua contínua presença amiga e atenta a cada grupo e a cada pessoa procurando sempre ajudar e levar a todos para Jesus.
Recebeu nova missão por parte da Companhia de Jesus e tomou posse como Pároco da Paróquia de Charneca de Caparica no dia 7 de setembro de 2014 por falecimento do Pároco anterior, P. Honório das Neves Santos, SJ.

O segundo Pároco foi o Padre Hermínio Vitorino SJ. Tomou posse no dia 6 de setembro de 2014, numa Eucaristia presidida pelo bispo de Setúbal, D. Gilberto Canavarro dos Reis.

 

Atualmente

O terceiro Pároco é o Padre João de Brito SJ. Tomou posse no dia 15 de Setembro de 2018, numa Eucaristia presidida pelo bispo de Setúbal, D. José Ornelas de Carvalho.

O que oferecemos e pedimos?

Oferecemos: Uma Paróquia multicultural, aberta a todos, Terra de Missão a voluntários. Pedimos: Voluntários, ajuda monetária para as várias obras, ainda em falta, para dotarmos a Paróquia das necessárias instalações.
Os desafios são muitos em todas as áreas: educação a todos os níveis, formação, capacitação das crianças, adolescentes, jovens (estes, principalmente entre os 16 e os 25 anos); a falta de emprego, de habitação digna, de alfabetização; falta de alimentação, medicamentos, formação humana / cristã / espiritual, etc.

Objectivo principal?
Formar/ educar, capacitar, cuidar, acompanhar a população destes bairros que, na sua maioria, é bastante carenciada a vários níveis.

Casa de São Pedro de Claver

Desde 1999 que a Paróquia tem contado com a preciosa ajuda da parte da Comunidade que vive na Casa de São Pedro Claver, uma comunidade de inserção da Companhia de Jesus, que está situada numa zona de realojamento social.

No dia 20 de novembro de 1999, na Igreja de S. Francisco de Borja, perante o Bispo de Setúbal D. Gilberto Canavarro dos Reis e o Pároco da Paróquia de Cristo Rei, Padre José Vicente Martins, SJ, o Provincial da Companhia de Jesus, P. Amadeu Pinto,SJ proclamou a inauguração da Casa de S. Pedro Claver inserida na Paróquia, que ficou a contar com a presença do P. Abel Bandeira, SJ e do Miguel Almeida, SJ, que viria a ser substituído em Setembro de 2001 pelo Ir. Abílio Nunes, SJ. Contou também com a presença do P. Hermínio Vitorino, SJ desde setembro de 2003 até setembro de 2006, e do P. Paulo Teia, SJ desde dezembro de 2003. Em setembro de 2004 o P. Abel Bandeira foi para outra missão da Companhia de Jesus.

Em 14 de Março de 2005 foi a 1ª Missa e bênção da nova Casa para onde mudou a Comunidade de inserção dos Jesuítas, mesmo em frente à Paróquia, contando desde dezembro de 2005 com a presença do P. Amadeu Pinto, SJ. É uma presença concreta ao serviço dos mais pobres.

Em outubro de 2006 o P. Hermínio Vitorino, SJ foi enviado para outra missão e veio o P. José Pires Lopes Nunes, SJ que em 15 de outubro de 2006 tomou posse como 1º Pároco da PARÓQUIA DE SÃO FRANCISCO XAVIER DE CAPARICA.

A partir de julho de 2007 até 2010 conta também com o Ir. José Silva Almeida, SJ. Esta Casa contou também nalguns anos, com a presença de noviços, durante a prova de comunidade.
Em outubro de 2007 o P. Paulo Teia, SJ parte para a 3ª provação no México de onde regressa em maio de 2008.

Em 18 de março de 2009 faleceu o P. Amadeu Pinto, SJ e no dia seguinte, 19 de março o P. Paulo Teia, SJ inicia a preparação do que vem a ser o Centro Juvenil e Comunitário Padre Amadeu Pinto que é inaugurado a 19 de março de 2010, sendo o seu 1º Diretor.

Por alguns meses em 2009 o P. Hermínio Rico, SJ reside na Casa S. Pedro Claver, antes de ir para a missão em Évora.

De 2011 a 2013 o Duarte Rosado, SJ nos 2 anos de Magistério reside na Casa S. Pedro Claver, colaborando na Paróquia, no Centro Juvenil e no JRS – Lisboa.

Em 2012 o Irmão Abílio vai para Braga.

Em 6 de Outubro de 2014 o Padre Hermínio Vitorino, SJ tomou posse como 2º Pároco da Paróquia de S. Francisco Xavier da Caparica, ficando na Casa S. Pedro Claver e o Padre José Pires, SJ passou a ser o Pároco da Charneca da Caparica, indo para a residência B. Inácio de Azevedo.
No ano letivo 2014 – 2015 o Irmão José Almeida, SJ reside na Casa S. Pedro Claver, colaborando no Centro Social Paroquial de Cristo Rei e sendo o 2º Diretor do Centro Juvenil quando o Padre Paulo Teia, SJ partiu para outra missão em Moçambique.

Em setembro de 2015, chegaram à Casa S. Pedro Claver o Irmão Adão Salgado, SJ que colabora na Paróquia de São Francisco Xavier de Caparica e no Apoio Fraterno e o P. Gonçalo Machado, SJ que é o 3º Diretor do Centro Juvenil, tendo o Irmão José Silva, SJ ido para Braga.Colabora também na Paróquia e é o Assistente Nacional dos Gambozinos.

Em setembro de 2016, a Comunidade que reside na Casa S. Pedro Claver cresceu, com a chegada do P. José Maria Brito, SJ que colabora na Paróquia, mas que tem como Missão principal e atual, a criação do gabinete de Comunicação Social da Província Portuguesa da Companhia de Jesus, em Portugal, onde trabalha, durante a semana.

A partir de setembro de 2017 passam a residir na Casa S. Pedro Claver também o P. Dário Pedroso, SJ, o P. António Morais, SJ e o P. José Pires Lopes Nunes, SJ.

Entretanto, o P. António Morais, SJ, mudou para a comunidade do Centro Inaciano do Lumiar (CIL), assim como o P. José Pires Lopes Nunes, SJ e o Irmão Adão Salgado, SJ.

Em Setembro de 2018, o P. João de Brito, SJ, veio para a Casa S. Pedro Claver e tomou posse como pároco, a 15 de Setembro. O P. Hermínio Vitorino, SJ, iniciou um ano sabático. Em Janeiro de 2019, o P. José Maria Brito, SJ, passou para a comunidade do CIL e o P. José Pires Lopes Nunes, SJ, regressou à Casa S. Pedro Claver, com a missão de ser substituto do capelão do Hospital Garcia da Orta.

Neste momento, a Comunidade Jesuíta é composta pelo P. Dário Pedroso, SJ, superior, o P. João de Brito, SJ, o P. José Pires Lopes Nunes, SJ, e o P. Gonçalo Machado, SJ.

Centro Juvenil e Comunitário Padre Amadeu Pinto, SJ

É uma luz de esperança no meio deste bairro social, fruto da dedicação da Companhia de Jesus e dos muitos que com ela vão colaborando. Neste Centro muitas das crianças e jovens daquela zona recebem o amor, a atenção e muitas vezes a comida, que lhes falta nas suas casas. A maioria passaria o dia na rua, não fora o Centro, numa vida completamente à margem da cidadania. Mas, felizmente, no Centro, têm um local de aprendizagem, de educação, de atividades lúdicas, desportivas, culturais, religiosas, de são convívio, de onde nos últimos anos, têm saído bons resultados.

O espaço do novo Centro Juvenil da Paróquia de S. Francisco Xavier de Caparica foi entregue à tardinha no dia do funeral do Padre Amadeu Pinto, também dia de S. José, 19 de março de 2009. Foi unânime a decisão de se lhe chamar “Centro Juvenil e Comunitário Padre Amadeu Pinto SJ” e de escolher o lema: “Fazer o bem, bem feito!”.

Depois das obras, foi inaugurado um ano depois, a 19 de março de 2010. Apoia cerca de 100 pessoas, e pretende ser uma segunda casa para as crianças e adolescentes das famílias dos nossos bairros. A Eucaristia, neste dia de S. José, concelebrada por cinco sacerdotes jesuítas e presidida pelo P. Paulo Teia foi participada por muitos amigos de todas as idades e vindos de vários lados, que encheram a grande sala do novo espaço. Assim iniciou-se o Centro Juvenil e Comunitário P. Amadeu Pinto. Seguindo-se a visita às várias salas e um convívio partilhado.

Que seja sempre um espaço de bem fazer à juventude e às suas famílias, uma casa de amigos de Jesus!

O seu primeiro Diretor foi o P. Paulo Teia, SJ que procurou dar um grande impulso ao Centro Juvenil. O 2º Diretor foi o Ir. José Silva, SJ.

Na etapa presente, tem como diretor o P. Gonçalo Machado, SJ que chegou em setembro de 2015. Tem tido sempre a preciosa colaboração da Zi – Maria Luísa Gaivão, assim como de muitos outros colaboradores, voluntários, benfeitores e mecenas.

No dia 3 de Dezembro de 2018, dia de S. Francisco Xavier, foi criada a Associação Padre Amadeu Pinto, SJ, e assim o Centro Juvenil deixou de pertencer à Paróquia, passando a ser uma obra autónoma.