Centro Social Paroquial de Cristo Rei

O Centro Social é uma Instituição Particular de Solidariedade Social, não lucrativa, criada por iniciativa da Paróquia de Cristo Rei – Pragal sob proposta do então pároco Pe. José Afonso Marques Pinto SJ, canonicamente ereta por decreto do Bispo da Diocese de Setúbal. Rege-se por Estatutos próprios aprovados pelo Bispo D. Manuel Martins em 20 de março de 1985, tendo como objetivo prestar apoio à população mais carenciada da Paróquia. A 1ª Direção de 5 elementos voluntários foi aprovada pelo Bispo Diocesano em 28 de maio de 1985.

Sendo um serviço da Paróquia como comunidade cristã, deve proporcionar também formação cristã aos seus utentes, com total respeito pela liberdade de consciência.

Iniciou as atividades em 26 de janeiro de 1987, com as Valências de Jardim de Infância e A.T.L. em número de 50 e 30 crianças respetivamente e 12 funcionárias, em lojas cedidas pelo IGAPHE em regime de comodato, situadas na Rua da Bela Vista e Rua do Lago no Bairro Branco (Monte de Caparica) do Ex Fundo de Fomento de Habitação, construído nos anos 80 para realojamento da população vinda de barracas de Lisboa e Almada e das famílias oriundas das ex-províncias ultramarinas.

Com o implemento de novas urbanizações de habitação social, a partir de meados dos anos 90 (Três Vales, Dunas, Quinta do Valdeão, Cooperativas e Filipa de Água) a população residente na Encosta Sul do Plano Integrado de Almada (Monte de Caparica) foi crescendo e o Centro não tem já capacidade para responder às constantes solicitações de apoio social, devido à exiguidade das instalações de que dispõe.

A situação agrava-se tanto mais, quanto mais se acentua a desproporção entre o aumento da população e a notória escassez de espaços públicos e de equipamentos sociais de apoio à família e à população em geral, o que naturalmente exige mais resposta por parte do Centro. Por essa razão e em conformidade com a boa colaboração existente entre a CMA e a Paróquia foi prevista a criação do Centro Comunitário dos Três Vales na Praceta António Gião, ao mesmo tempo que a Paróquia se empenha na construção das novas instalações para o Centro Paroquial e para o Culto na Qtª. de S. Francisco de Borja em conformidade com o Estudo Prévio, aprovado pelo IGAPHE já em 23 de março de 1998, e que aguarda projetos definitivos e disponibilização de verbas indispensáveis à sua execução.

Hoje, passados mais de 30 anos, o Bairro cresceu, a população aumentou e esta Instituição procurou acompanhar esse crescimento e esse aumento populacional, abrindo em 1991 a Valência de Creche (a funcionar atualmente nas instalações da Praceta António Gião), em 1996 a Valência de Berçário (também a funcionar atualmente nas instalações da Praceta António Gião) e criando o sector de Animação Juvenil e o Serviço de Apoio Domiciliário.

Atendendo a que por insuficiência de instalações ficam sempre crianças em lista de espera, a Paróquia adquiriu em 19 de dezembro de 2002, 4 lojas contíguas às cedidas ao Centro pelo IGAPHE. O avançado estado de degradação em que se encontravam exigia obras dispendiosas que só foi possível executar, com a inestimável ajuda da Firma Alves Ribeiro que as tomou a seu cargo.

O Centro Comunitário dos Três Vales, situado na Praceta António Gião na freguesia da Caparica, foi edificado pela Câmara de Almada, inaugurado a 27 de maio de 2009 pelas 16h, é gerido pelo Centro Social do Cristo Rei. Funciona com as valências de creche e apoio domiciliário e trabalho com as famílias e comunidade envolvente.

A creche está a funcionar com 66 crianças, tendo ainda espaço disponível para aumentar o número de vagas para mais dez crianças. Tem igualmente condições para ser implementado o atendimento e trabalho social com as famílias e grupos e desenvolver atividades de animação social e cultural.

O Centro S. Paroquial de Cristo Rei conheceu, igualmente, nestes 30 anos três Presidentes: o P. José Afonso Marques Pinto SJ seu fundador, o P. José Vicente Martins SJ e o P. José Pires Lopes Nunes, SJ, que é o seu atual Presidente. Pela Direção passaram, também, desde o seu início várias pessoas (todas voluntárias) entre elas o Engenheiro António Belo que desempenharam as suas funções sempre com a maior boa vontade e generosidade.

Muitos foram também os funcionários que durante estes anos, passaram por esta Instituição e cada um dentro da sua função, contribuíram para o desenvolvimento da mesma e para alcançar as metas que nos propomos atingir.

Atualmente o Centro tem acordos com a Segurança Social, abrangendo 650 utentes, distribuídos por 66 Berçário e Creche, 95 Jardim de Infância,40 ATL, 30 Apoio Domiciliário e 375 Centro Comunitário com 2 Espaços Jovens, Atendimento e Acompanhamento Social e Psicológico, Rendimento de Inserção Social, Animação Sócio cultural. Dispõe de um Quadro de pessoal composto por 58 trabalhadores e distribuídos pelos vários setores e uma Direção de 5 elementos voluntários em conformidade com os Estatutos.

O mais recente desafio aceite pelo CSPCR foi um projeto CLDS+, que permitiu aumentar o leque de serviços e atividades à disposição da população, contribuindo deste modo para um maior apoio a nível da integração em mercado de trabalho ou formação, intervenção familiar e capacitação da comunidade.
Ver: http://2015cspcr.wixsite.com/centrocristorei