Jesuítas abrem Serviço de Escuta

Os Jesuítas vão abrir, no próximo dia 18 de Novembro, um Serviço de Escuta para acolher, escutar e apoiar pessoas que possam ter sido vítimas de abusos sexuais cometidos em obras da Companhia de Jesus em Portugal.

A Província Portuguesa da Companhia de Jesus (PPCJ) vai criar o Serviço de Escuta para acolher, escutar e apoiar pessoas que possam ter sido vítimas de abusos sexuais cometidos nas instituições da Companhia de Jesus em Portugal, seja por jesuítas, colaboradores, funcionários ou voluntários, independentemente da data dos factos. Com este serviço pretende-se atender às necessidades de cada uma das possíveis vítimas, minimizar o seu sofrimento e procurar reparar, de algum modo, o mal que sofreram, na certeza de que não há nada que apague a dor causada por um abuso sexual.
O Serviço de Escuta estará em funcionamento a partir do dia 18 de novembro, Dia Europeu da Proteção das Crianças contra a exploração e o abuso sexual.
O contacto do Serviço de Escuta pode ser feito diretamente por email (escutar@jesuitas.pt) ou por carta (morada: Estrada da Torre 26, 1750-296 Lisboa), telefone (de segunda a sexta-feira, entre as 9h30 e as 18h, através do número 217543085), ou presencialmente junto da coordenação do Sistema de Proteção e Cuidado, que dispõe de uma equipa a quem caberá receber e escutar a vítima. Esta equipa é composta por pessoas com formação específica que ajudarão a identificar as necessidades de cada possível vítima e a encontrar as respostas mais adequadas, seja ao nível psicológico, espiritual, ou outro.