O que é a CVX?

A CVX – Comunidade de Vida Cristã – é uma Comunidade Mundial de Leigos, constituída como associação pública de fiéis, com um carisma particular. Dentro do contexto da Escritura e da doutrina da Igreja, tem como fonte específica e instrumento característico da sua espiritualidade os Exercícios Espirituais de Santo Inácio de Loiola.

Ser CVX é um estilo de vida que pretende unificar a experiência humana em todas as suas dimensões com a plenitude da fé cristã. Este modo concreto de seguir a Cristo e colaborar com Ele na construção do Reino é uma vocação pessoal que, depois de discernida e acolhida, se traduz num compromisso pessoal com a Comunidade.

A CVX é uma só Comunidade Mundial, presente em comunidades nacionais em mais de sessenta países. Estas podem organizar-se em comunidades regionais. Cada pequeno grupo é a forma prática de participar localmente na vida e missão da única Comunidade de Vida Cristã.

O Conselho Executivo Mundial é orgão executivo da Comunidade Mundial (ExCo, World Executive Council). Eleito pela Assembleia Mundial, para mandatos de 5 anos.

As linhas orientadoras da CVX estão consignadas nos Princípios Gerais. O documento O Carisma CVX, de 2001, é uma explanação sistematizada da especificidade espiritual, comunitária e apostólica da CVX.

Para quem é a CVX

A CVX é para todos aqueles que sintam uma vontade livre e séria de aprofundar e progredir no seguimento de Jesus como leigos cristãos, através da disponibilização de um tempo diário para a oração pessoal e a avaliação de vida.
É para pessoas sensíveis ao mundo que as rodeia, capazes de enfrentar a realidade, abertas às necessidades dos outros e prontas a servi-los, dispostas e empenhar-se na construção de um mundo ao mesmo tempo mais humano e mais divino.

Os três pilares da CVX

A CVX propõe um caminho de desenvolvimento integrado de três pilares:

  • Espiritualidade , o aprofundamento da experiência espiritual de Deus
  • Comunidade,  a partilha comunitária
  • Missão, sentido de missão apostólica no mundo.
Espiritualidade

O instrumento específico da CVX para aprofundar a relação pessoal com Deus é a escola dos Exercícios Espirituais de Santo Inácio de Loyola. Segundo as palavras do próprio Santo Inácio, “por este nome, Exercícios Espirituais, entende-se todo o modo de examinar a consciência, de meditar, de contemplar, de orar vocal e mentalmente (…). Porque, assim como passear, caminhar e correr são exercícios corporais, da mesma maneira, todo o modo de preparar de dispor a alma para tirar de si todas as afeições desordenadas e, depois de tiradas, buscar e achar a vontade divina na disposição da sua vida para a salvação da alma, se chamam exercícios espirituais”.

Assim como um corpo, que não se exercita perde a sua agilidade, também o espírito necessita de se exercitar, para dar o melhor de si e satisfazer o seu profundo anseio de realização plena. A CVX espera que os seus membros sejam pessoas ágeis em espírito, exercitando-se continuamente para escutar os desejos do Senhor e capazes de discernir entre os muitos apelos da vida o que é mais adequado à construção do Reino.

Por isso, para os membros da CVX os Exercícios Espirituais – na modalidade de retiro ou na vida quotidiana – não são uma experiência opcional, que uma vez feita, pertença aos arquivos do passado. São uma experiência básica, vitalizante, constitutiva da sua própria vocação, a que haverá que voltar sempre e cujo efeito em cada pessoa precisa de ser alimentado e renovado constantemente (Carisma CVX 39-51).

Comunidade

A dimensão comunitária tem, primordialmente, uma dimensão universal. A CVX é uma única Comunidade Mundial, cuja pertença se expressa no compromisso com uma comunidade local. Todos os membros da CVX formamos um só corpo e identificamo-nos com os Princípios Gerais e com o Carisma. Aí está o fundamento da nossa vocação que transcende as particularidades culturais. A CVX é governada pelas Assembleias Mundiais, que são momentos privilegiados de discernimento comunitário da missão CVX.

A experiência comunitária da CVX, em termos práticos, dá-se em primeira linha no pequeno grupo onde se partilha a vida e a experiência de Deus, constituído como uma comunidade de amigos no Senhor. Cada membro da pequena comunidade é chamado a acompanhar os restantes no discernimento das suas vocações e nas suas vidas de colaboradores na missão de Cristo. Constitui uma experiência concreta de unidade no amor e na ação, estando os seus membros comprometidos em:

  • Seguir a mesma vocação específica na Igreja e adotar um estilo de vida consequente com essa vocação;
  • Partilhar os seus problemas, aspirações e projetos para ajudarem-se mutuamente a viverem a sua fé cristã em plenitude;
  • Assumir uma missão comum, não obstante as diferentes condições sociais, idades, personalidades ou tarefas (Carisma CVX 138).
Missão

A CVX é uma comunidade mundial ao serviço do mundo e da Igreja. A Missão não é uma atividade mais, mas é constitutiva da identidade cristã, pelo que ser CVX implica estar em missão. Isso significa que toda a nossa vida, as nossas atividades e os nossos espaços se alimentem do envio de Cristo. Por isso, o campo da missão CVX não tem limites, estende-se a todas as dimensões da vida humana, aonde Deus nos quiser chamar: a Igreja e o mundo, os de dentro e os de fora, a família, o trabalho, as organizações culturais, sociais, produtivas, a vida política e cultural.

Com o nosso testemunho de vida, respondemos às interrogações e desafios da nossa cultura. A vida do membro CVX caracterizar-se-á por atuar ao estilo de Jesus, com liberdade, solidariedade, transparência e simplicidade.

Compreendemos a ação pessoal e de cidadania como resposta em liberdade ao convite que Deus nos faz, por isso a nossa ética baseia-se no discernimento que nos ajuda a analisar criticamente a realidade e a buscar a vontade de Deus em cada situação concreta.

O amplo campo da missão faz com que em CVX o discernimento apostólico pessoal e comunitário seja irrenunciável. Pratica-se em todos os níveis e instâncias de ação, avaliando com o Senhor os chamamentos a servi-Lo nos outros, reconhecendo a voz de Deus nas necessidades do próximo (Processo de crescimento em CVX 50-52 e 54).

Como funcionamos

Os membros CVX reunem-se em pequenos grupos constituídos por 10 a 14 pessoas, que se encontram numa base quinzenal.

Cada grupo conta com um Animador e um Guia que dinamizam o seu processo de crescimento, segundo um caminho de desenvolvimento integrado dos três pilares fundamentais do estilo de vida CVX –  aprofundamento da experiência espiritual de Deus, a partilha comunitária e o sentido de missão apostólica no mundo – de acordo com os objectivos estabelecidos do documento Processo de Crescimento em CVX.

Metodologia das reuniões

  1. Preparação Prévia. Rezar a proposta da orientação de vida e fazer o exame inaciano diariamente. Preparar antecipadamente uma síntese do que foi rezado e vivido para orientar a partilha na reunião.
  2. Acolhimento e Oração Inicial. Depois de estarem todos e das informações necessárias, tempo breve para acalmar ruídos exteriores e interiores e criar ambiente espiritual e disposição serena de escuta.
  3. Partilha de vida. Cada membro, por sua vez, livremente e sem ser interrompido, partilha com os outros a leitura espiritual que faz das vivências da sua quinzena. É tempo sagrado de escuta e respeito por cada um e por Deus que nos fala através da experiência dos outros.
  4. Síntese em discernimento. O Guia ou o animador, faz uma síntese do que mais sobressaiu nas partilhas, em chave de identificação dos movimentos do Espirito, clarificando questões e ligando à dinâmica de crescimento da CVX.
  5. Proposta de nova Orientação de Vida. Feita pelo animador. Pode ser lida e seguida dum breve momento de oração.
  6. Avaliação. Tempo para reconhecer e recolher o que de mais importante me tocou na reunião. E também para sublinhar o que correu melhor e corrigir alguma coisa menos bem.