Últimas

A Quaresma começa com uma proposta difícil: a consciência da fragilidade. Uma fragilidade estrutural: somos mortais. Nós, os nossos pais, os nossos filhos, os nossos amigos.

Como desencravar uma gaveta

Se nos dissessem que a nossa felicidade eterna depende da forma como desencravamos gavetas ou como corremos atrás de chapéus que voam ao vento, seguramente que as nossas forças se redobrariam.