Formação Inaciana

Um serviço dos Jesuítas em Portugal

Integrado no Plano Apostólico da Província Portuguesa da Companhia de Jesus (2016-2022), o Serviço de Formação Inaciana caracteriza-se por:

1. Visão

Comunidades comprometidas na construção de um mundo mais humano, alicerçadas numa vivência quotidiana profunda da espiritualidade inaciana.

2. Missão

Divulgar e partilhar com outras pessoas a imagem inaciana de Deus, do Homem e do Mundo, em áreas como a espiritualidade, a pedagogia, a liderança e o discernimento, desenvolvendo ferramentas inacianas para a missão apostólica.

3. Objectivo

Num espírito de colaboração entre leigos e jesuítas, o Serviço de Formação Inaciana pretende desenvolver módulos de formação adaptáveis a diferentes grupos de destinatários, em áreas como a espiritualidade, pedagogia, liderança e discernimento, e que proporcionem o desenvolvimento de um modo de proceder inaciano.

4. Linhas orientadoras

  • Partilhar a herança inaciana com um público mais alargado em Igreja;
  • Ajudar a integrar um modo de proceder inaciano no serviço aos outros;
  • Assimilar e aprofundar a compreensão dos principais conceitos e ferramentas inacianas;
  • Proporcionar métodos que conduzam a uma leitura inaciana da própria experiência de vida e da realidade;
  • Promover práticas inacianas, como o Exame, o Paradigma Pedagógico Inaciano ou o discernimento, que ajudem a trabalhar mais eficazmente ao serviço dos outros.

5. Destinatários

  • Colaboradores das obras e sectores da PPCJ
  • Educadores dos colégios jesuítas e inacianos
  • Comunidade de Vida Cristã (CVX-P)
  • Obras, movimentos eclesiais e pessoas de outras comunidades.

Espiritualidade Inaciana

P. Rui Nunes, sj
(coordena)

#1 . Rezar: falar pouco e ouvir muito

Propomos um caminho de iniciação à oração, onde palavras imperfeitas nos revelam a ansiedade que nos impele à travessia e ao encontro com Deus, em Cristo, de quem recebemos a plenitude e sentido. A iniciação à oração tem a duração de três fins de semana onde a postura corporal (quietude e atenção), os exercícios de respiração e yoga, a repetição de uma invocação (mantra) progressivamente nos despertam a Deus que em nós habita e connosco caminha.

#2 . Sentir e gostar as coisas internamente

Propomos um caminho de encontro com Deus onde a sensibilidade e o afeto nos impelem a uma vida espiritual integrada e desde um corpo. O “sentir” internamente remete-nos o olhar a um entrelaçar de memórias e experiências biográficas. A circunstância do “gostar” aproxima-nos da consolação espiritual. O “sentir e gostar” abre-nos ao discernimento e desperta-nos para as moções do Espírito Santo (EE227) que nos adensa o seguimento e conhecimento do Senhor para que mais O ame e siga (EE104).

#3 . Exercícios Espirituais

Propomos Exercícios Espirituais de Santo Inácio de Loyola e 5 dias como caminho de encontro com Deus, em Cristo, dador de plenitude e sentido à vida. Está orientado a participantes com experiência de Exercícios Espirituais (pelo menos 3 dias) ou iniciados na arte de considerar a vida à luz de Cristo.

Liderança Inaciana

P. Lourenço Eiró, sj
(coordena)

#1 . Eu como líder inaciano Conhecimento Pessoal para uma liderança Inaciana

Pretende-se oferecer uma introdução geral à Liderança Inaciana, com base na experiência dos primeiros companheiros de Santo Inácio de Loyola. Aprofundar o conhecimento de cada participante da sua história de vida, dos seus dons e fragilidades e do seu impacto na Missão que lhe foi confiada.

#2 . Construir comunidade para a Missão Gerir e motivar uma equipa para uma missão comum

Este módulo centra-se na gestão de um grupo de pessoas, o qual constitui a equipa ou comunidade de trabalho. Pretende-se ajudar os participantes a crescer no apreço pela relação de Amor, que é o fundamento da Missão, e descobrir formas de a aprofundar e partilhar.

# 3 . Organizar para servir melhor Planificar e estruturar o trabalho dentro de uma equipa

Pretende-se que os participantes conheçam os vários modelos de organizações, adquiram novas ferramentas de planificação e organização, de modo a serem capazes de estruturar o trabalho das suas equipas. Conhecendo e aprofundando exemplos de organizações existentes, e as suas estruturas internas, estas serão inspiração para a aproximação a um modelo organizacional inaciano. Através de uma maior profundidade da própria Missão, desenvolvemos modos de a planear e estruturar.

Discernimento

P. Pedro Cameira, sj
(coordena)

#1 . Fundamentos do discernimento para tomar decisões

Introdução teórica e experiência prática de processos de discernimento e decisão com sessões pontuais ou duplas intercaladas com trabalho de leitura, mentoria e acompanhamento, individual ou de grupo. As sessões têm diferentes formatos: colóquios, seminário, workshops, dias de formação em sala.

#2 . Processos de discernimento e tomada de decisão em âmbitos específicos de responsabilidad

Pretende-se uma progressiva apropriação pessoal de modos de proceder e ferramentas práticas de discernimento e decisão em comum. A metodologia é de acompanhamento espiritual de grupos e equipas em temas, contextos, e domínios específicos de atividade e missão: eclesial, social, empresarial.

#3 . Prática de supervisão ou intervisão das experiências e processos de discernimento

Supervisão de quem faz acompanhamento espiritual em contexto individual e de grupo. Pretende-se proporcionar aos acompanhantes um método de supervisão da própria prática num espaço de discernimento, partilha e acompanhamento pessoal, individual ou em grupo, que favoreça o seu conhecimento pessoal e contribua para o seu desenvolvimento e capacitação contínuos.

Pedagogia Inaciana

P. Domingos de Freitas, sj
(coordena)

#1 . A finalidade da educação na Companhia de Jesus

Pretende proporcionar um aprofundamento da dupla finalidade da educação: a construção da pessoa e a transformação do mundo. Numa vertente mais inaciana, acrescentar-se-á a dimensão apostólica da educação, a referência a Jesus Cristo como modelo de pessoa a educar e o binómio “letras e virtudes” em linha com a educação integral da pessoa.

#2 . O aluno a educar: competente, consciente, compassivo, comprometido e consistente/coerente

Este módulo explora as cinco grandes dimensões formativas na educação do aluno. Com base no documento final do SIPEI, em Manresa, e do discurso do P. Geral, Arturo Sosa, SJ, no Rio de Janeiro, pretende-se aprofundar cada uma das dimensões, dando especial ênfase à vertente prática do seu desenvolvimento no dia-a-dia da escola e de como educar os alunos em cada uma delas.

#3 . O Paradigma Pedagógico Inaciano

Com base numa seleção criteriosa de textos do livro Pedagogia Inaciana: uma abordagem prática será dada especial ênfase aos cinco passos do paradigma inaciano como forma de enquadrar toda a ação educativa no seu conjunto. Embora o paradigma inaciano não seja uma didática, mostrar-se-á de que modo se pode aplicá-lo a todas as áreas formativas, sejam elas formais, não formais ou informais, dentro ou fora da sala de aula.