Novas Informações

Querida família CAB,

Espero que estejam todos bem.

Pretendo que este comunicado seja sucinto, sem a pretensão de explicar demasiado mas sobretudo de informar os passos e medidas que o CAB, em conformidade com as normas públicas e diretrizes da Conferência Episcopal Portuguesa, vai tomar.

1. Até que se indique o contrário, o Centro Académico de Braga vai estar fechado, sem que os serviços de secretaria estejam disponibilizados de forma presencial, nem as salas acessíveis ao uso de ninguém. Deste modo, os contactos deverão ser estabelecidos via e-mail (cab.webmail@gmail.com).

2. Conforme o estipulado pela Arquidiocese de Braga bem como pela Conferência Episcopal Portuguesa, nenhum ato público de catequese ou de celebração (Eucaristia, confissões quaresmais) deverá ocorrer. Deste modo, todas as atividades programadas pelo CAB bem como aquelas regulares (Eucaristias feriais e dominicais) ficam canceladas desde o presente até que haja notícia contrária pela mesma via de anúncio da presente comunicação.

3. Especificamente, e para não deixar margem para dúvidas, passamos a elencar as atividades que dificilmente serão possíveis de se realizar neste contexto:

  • Catequeses de Quaresma (a 17, 24 e 31 de março)
  • Reconcilia-te (7 de abril)
  • Páscoa em Soutelo (9 a 12 de abril)
  • Cinema na Praça (17 de abril)

4. Estas medidas pretendem ajudar o período de contenção do vírus mas não devem significar, de forma alguma, um modo de negligenciar o cuidado humano e pastoral que continua a ser a missão fundamental do CAB. Neste sentido, a Igreja Portuguesa, em geral, e a Província Portuguesa da Companhia de Jesus, em particular, estão a pensar nas mais diversas plataformas e atividades que nos ajudem a manter-nos unidos e devidamente acompanhados. Quanto à proposta da PPCJ, mais informações hão de chegar por meio da página: www.pontosj.pt

É importante recordar, como já foi dito por muitas pessoas, que não estamos em tempo de férias nem o estado da situação é de prevenção mas de emergência. Em tempo de prevenção toca evitar, em tempo de emergência toca acatar o que as autoridades civis nos dizem.

Rezemos uns pelos outros, peçamos ao Senhor o dom de um coração solícito e responsável. Estamos unidos, de modo particular, a todo o pessoal de saúde, especialmente àquele que faz parte desta família do CAB.

Com amizade,
p. Miguel Pedro Melo

ÚLTIMAS PONTO SJ