NOTÍCIAS

«Não é um Deus de mortos, mas de vivos»

«Não é um Deus de mortos, mas de vivos»

“O caminho com futuro será a prática das boas obras, apesar das dificuldades que se possam erguer para as travar. Encomenda-os ao Senhor, pedindo-lhes que amem a Deus e sejam perseverantes na esperança.”

Pela sinceridade da nossa oração

Pela sinceridade da nossa oração

Dois homens sobem ao Templo, subimos com eles, acompanhamo-los. Abrimo-nos, desta forma, à parábola que o Senhor nos propõe.

«Levanta-te e segue o teu caminho; a tua fé te salvou»

«Levanta-te e segue o teu caminho; a tua fé te salvou»

A palavra do Senhor é só uma, desde sempre e para sempre. Uma palavra fiel, libertadora, criadora e recriadora. Paulo, Naamã e o Samaritano vivem agradecidos, confiantes na fidelidade de quem os libertou do que lhes roubava a vida.