Últimas

A Covilhã. Quem diria.

… foi isso mesmo: depois de 44 dias a proclamar a Sua morte, tivemos a suprema alegria de O anunciar ressuscitado durante menos de 24 horas. Mas foi certamente o suficiente para o Ressuscitado continuar o Seu trabalho.
Por Gonçalo, nsj

II DOMINGO DA PÁSCOA

ABRIRAM-SE AS PORTAS DA VIDA!
NA TARDE DO PRIMEIRO DOMINGO DE PÁSCOA: “VIU E ACREDITOU”.

P. José Augusto Sousa, SJ

A RESSURREIÇÃO

Domingo da Ressurreição: um burburinho, um vai e vem de notícias, a boa nova: Jesus morreu e ressuscitou e é vida para nós.

P. José Augusto de Sousa S.J.

V DOMINGO DA QUARESMA: QUEREMOS VER JESUS

“Se o grão de trigo, lançado à terra não morrer fica só, mas se morrer, dará muito fruto. Quem ama a vida perdê-la-á e quem despreza a sua vida neste mundo conservá-la-á para a vida eterna”.
P. José Augusto Sousa, S.J.

Chuva de Talentos em S. Tiago, Covilhã

No sábado, dia 10 de março, foi dia de “módulo SJ”. Uma dinâmica e temática de catequese, em que os catequizandos reunidos semanalmente por grupo, dão expressão, ocasionalmente, a um grande grupo de encontro, estudo e reflexão. P. Francisco Rodrigues, s.j.

IV DOMINGO DA QUARESMA – A LUZ BRILHA NAS TREVAS

A Luz brilha sempre por entre as nossas trevas e nunca deixará de brilhar!
É essa a razão da nossa alegria e, por isso, este Domingo de Luz, o 4.º da Quaresma, é também chamado Domingo da Alegria –

P. José Augusto Alves de Sousa S.J.

Reflexão – III Domingo da Quaresma

UM NOVO TEMPLO, UM NOVO CULTO, UM ÚNICO SACRIFÍCIO – P. José Augusto Sousa, sj
Para quem lê ou medita os Quatro Evangelhos, é surpreendente este gesto de Jesus da expulsão dos vendilhões do Templo.